Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MARIA XLI

Guardei-te a salvo de qualquer perigo
Dentro de mim, do vasto coração
Que quis ser tua casa, teu abrigo,
Longe do mundo vago, vil... Em vão...

Desejei para sempre ser amigo,
Para sempre estender a minha mão,
Meu sonho eu quis sonhar em ti... Contigo...
Com tua luz cessar a escuridão.

Vislumbrei infinitas alegrias,
Em que te fiz senhora dos meus dias,
Porque minha esperança estava em ti...

Hoje vejo em seus olhos mais vergonhas,
Pois não é mais comigo que tu sonhas,
E do teu coração eu já saí...
Maurilo Rezende
Enviado por Maurilo Rezende em 11/08/2011
Código do texto: T3152913
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurilo Rezende
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
245 textos (9615 leituras)
3 áudios (340 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 16:36)
Maurilo Rezende