Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PÁSSARO VOLÚVEL

Sou volúvel! Permita-me que eu seja!
Pássaro branco sem o pouso certo,
pois teu corpo assim, assim tão perto
dá-me a concessão para que eu seja

inconstante, leviano, infido.
Neste momento, nesta exata hora,
meus olhos lúbricos caem dentro, agora,
de outros olhos que percebo vindo

e como uma bela tentação me segue.
A cada tempo um novo par de seios,
um novo par de coxas a cada instante.

E desse feixe de papoulas pardas
vou guardando a  luz inebriante
com a qual me acendo às madrugadas.
Enzo Carlo Barrocco
Enviado por Enzo Carlo Barrocco em 06/07/2005
Código do texto: T31655
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enzo Carlo Barrocco
Belém - Pará - Brasil, 56 anos
733 textos (134412 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:53)
Enzo Carlo Barrocco