Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Triste solidão

De quem não tem sequer com quem falar
cresce no interior um novo mundo,
um mundo triste, um soluçar profundo
e demorado, um pranto seco, e o mar

de sensações desconfortantes vem
à mente, e aí se instala, e aí fica.
A triste solidão se multiplica,
então, pois nem com quem falar se tem.

No mundo solitário, cresce a dor,
o desconforto, invade a sensação
de nulidade, e, sem poder falar

e até gritar ao mundo seu temor,
sem ver qualquer saída, sem ação,
o pânico se instala devagar.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 09/07/2005
Código do texto: T32616
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
909 textos (260298 leituras)
36 áudios (10733 audições)
6 e-livros (1686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 09:56)
Paulo Camelo

Site do Escritor