CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

ESTE TEMPO QUE ME RESTA


Neste tempo que me resta
e que a mim foi concedido,
fico observando sem pressa,
tudo, que ainda tem sentido.

Neste tempo que eu ganhei,
como  um bônus para viver,
eu vou fazer tudo o que sei,
sem medo de me arrepender.

Pois, afinal, todo este tempo,
que eu ganhei por merecer,
ele faz-me feliz a toda hora.

Quando terminar, me contento,
por eu ter vivido pra aprender,
e ao chegar o fim,vou embora.


 06/12/2011-VEM



( Soneto publicado na ciranda da amiga poeta, Ana Stoppa )


UM FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO A TODOS OS AMIGOS  E LEITORES DO RECANTO, BEM COMO AS SUAS FAMÍLIAS, SÃO OS VOTOS DE  VANDERLEIS ESTÁCIO MAIA - VEM.


Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 20/12/2011
Reeditado em 09/03/2012
Código do texto: T3398033

Comentários

Obras à venda

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1367 textos (104578 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/14 06:25)

Site do Escritor