Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CENA URBANA

Cruzam a rua larga duas moças:
uma branca, delicada, amena,
olhos claros; desviando às poças.
Nove horas. Que manhã serena!

A outra parda, lábios grossos; magra,
lindas pernas... a um amigo acena,
entre os dedos um cigarro... Traga!
Nove e um. Que manhã serena!

Súbito, uma confusão se forma:
corre-corre na manhã tão plena.
Esbarrões, estampidos, gritos...

Vergonhosa e lamentável cena!
Calmaria... duas moças mortas.
Nove e dois. Que manhã serena!
Enzo Carlo Barrocco
Enviado por Enzo Carlo Barrocco em 15/07/2005
Código do texto: T34508
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enzo Carlo Barrocco
Belém - Pará - Brasil, 56 anos
733 textos (134448 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 07:53)
Enzo Carlo Barrocco