Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A tristeza do meu leito

Amarguradamente sem razão
de viver, e sem rumo pra seguir,
no meu caminho eu vi tudo ruir,
tudo acabar, eu vi meu coração,

sem forças pra bater, quase parar.
Um desespero então, se apoderou
de minha vida, o meu tímido vôo
de independência se acabou, sem ar.

E, ainda sem dar rumo a minha vida,
eu volto pra tristeza do meu leito,
em busca de resposta a esta questão

que me consome. E, não vendo saída,
abafo a imensa dor que oprime o peito,
e vejo quão tristonha é a solidão.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 20/07/2005
Código do texto: T36163
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
909 textos (260251 leituras)
36 áudios (10733 audições)
6 e-livros (1679 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:02)
Paulo Camelo

Site do Escritor