Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Foto: extraída da REDE - autoria desconhecida

ÁVIDA


Lanço-me nua, ao mar e, estudo
a maneira de sondar o teu verso
sonhando ser o teu criado-mudo
mas em qualquer letra tua, disperso.

Tuas garrafas me somem da vista
vão aportar noutra praia mais mansa
e o oceano ? Imenso, conquista
uma poesia que às ondas balança

No teu vazio terei que buscar
novo poema, e com teu mar suspiro
de trazer-te à tona, meu grande amor

E no teu peito, poder debruçar
minha cabeça e trazer num respiro
tuas delícias que eu já sei de cor



Lili Maia
Enviado por Lili Maia em 26/07/2005
Reeditado em 06/05/2009
Código do texto: T37818

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lili Maia
Curitiba - Paraná - Brasil
484 textos (66689 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:31)
Lili Maia