Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto para vida

 Soneto para vida


Cada ruga que trago no meu rosto
São parcelas já pagas desta vida;
Toda marca que fiz foi bem vivida,
Sem faltar um minuto deste imposto.


Eu provei do sabor e do desgosto,
E restou-me chorar na despedida.
De prazeres também foi dividida,
Com valores, meu sonho foi composto.


Minha meta começa a se cumprir,
Com carinhos, afagos e tormentos.
Hei de ser cada todo a se partir



Entre choros, partidas e lamentos,
Na incumbência que estou pra descobrir
Que o irreal é real nesses momentos.


Galdêncio Neto.
Poeta Galdencio Neto
Enviado por Poeta Galdencio Neto em 21/07/2012
Código do texto: T3790532
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Poeta Galdêncio Neto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Galdencio Neto
Sertânia - Pernambuco - Brasil, 41 anos
47 textos (4225 leituras)
9 áudios (431 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/17 12:20)
Poeta Galdencio Neto