Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUERO MORRER NUM DIA MUITO QUENTE

Quero morrer num dia muito quente
de luz, de sol, de muita alegria,
e que alguém recite alguma poesia
de Quintana ou Cora ou Cecília ou Goethe.

Quero morrer num dia bem risonho
em que o tempo esteja com bons ares
e que se ouça, e isso aqui proponho,
um choro breve de Carlos Poyares.

Quando eu morrer e o que falo é sério,
não quero o amargo das caras fechadas,
tampouco hinos, orações ou velas.

Quando eu morrer abram-se as janelas
e tudo de mais belo que ocorrer
no dia ensolarado em que eu morrer.
Enzo Carlo Barrocco
Enviado por Enzo Carlo Barrocco em 16/08/2005
Código do texto: T42968
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enzo Carlo Barrocco
Belém - Pará - Brasil, 56 anos
733 textos (134366 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:38)
Enzo Carlo Barrocco