CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

A DOR DA SAUDADE

Vento que passa deslizando na ondulada e verdejante colina,
Trazendo esse cheiro agradável do perfume das flores do Sertão...
Balança suavemente a copa dos arvoredos à margem do ribeirão,
E me traz a lembrança saudosa de uma morena, linda menina.

Nos seus cabelos pretos, usava, às vezes, um lindo laço de fita,
Oh! Linda amada, doce namorada... Onde você está agora?
Desde o dia em que você, triste... muito triste,  foi embora,
Suscitou melancolicamente no meu peito uma saudade infinita.

Você foi obrigada a partir... E desesperadamente partiu chorando!
O seu pranto copiosamente o seu lindo rosto molhando...
Foi um adeus que marcou para sempre a nossa vida.

Suas cartas manchadas de lágrimas... A dor da saudade torturando!
Como um pássaro triste na gaiola, longe de mim você está morando.
E em seu lugar apenas uma rua escura desde o dia da sua triste partida.


Edimar Luz
Enviado por Edimar Luz em 07/02/2014
Reeditado em 09/02/2014
Código do texto: T4682101
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Edimar Luz
Picos - Piauí - Brasil
616 textos (23276 leituras)
322 áudios (4398 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/10/14 01:23)