Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEU RETRATO

 
 
 
Hei, para sempre, de guardar o teu retrato,
para que eu possa reviver a mocidade,
a doce sombra de um fugaz sonho abstrato,
uma quimera agasalhando a soledade!
 

Hei de guardá-lo com carinho e muito trato,
sempre carpindo esta saudade que me invade.
Uma saudade a qual, porém, sou muito grato,
por tanta paz, por tanto amor e lealdade!
 

E quando um dia, já todo roto e amarelado,
calar-me o peito num soluço entrecortado,
hei de chorar por este imenso amor profundo...
 

Fenecerá flor – eu sei- mas a semente
há de ficar, brotando n!alma eternamente,
prá renascer na doce luz de um novo mundo!

Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 06/09/2005
Reeditado em 10/05/2011
Código do texto: T48229

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
492 textos (66280 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:28)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor