Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Composição

Eu sou da geração que é de papel,
Em vez de ser um homem de metal,
Um desses dos valentes de tropel,
Prefiro ser mais leve que o normal.

Enquanto os robustos se envaidecem
Por serem resistentes como o aço,
Eu torço pra que os ventos é que cessem
Pois de uma folha solta eu não passo,

Vivendo a ser levado pelos ventos.
A coisa que eu mais gosto em ser papel
É o fato de manter os movimentos:

O bronze ou qualquer outro metal
Não pode ser tornado Origami,
Um fato que é pra mim fundamental.
Bruno Philippsen
Enviado por Bruno Philippsen em 13/09/2005
Código do texto: T50190

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Bruno Philippsen. E-mail: bruno_ph2@hotmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bruno Philippsen
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - Brasil, 31 anos
82 textos (5083 leituras)
2 áudios (67 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:41)
Bruno Philippsen