Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Antiquário de amores


Hoje saí colecionando amores
e recolhí-os todos, aos milhares:
Amores ébrios que perdi nos bares,
amores sóbrios de todas as cores.

Amores doces que perdi nos mares;
Amores tristes que achei nas ruas;
Amores puros sob a luz da lua
e amores falsos em todos lugares.

Amanhã vou abrir meu coração
e expor nos achados e perdidos
todos amores desta coleção.

Esconderei apenas os preferidos:
Os que me deram mais desilusão
e o amor por ti em todos escondido.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 20/09/2005
Código do texto: T52216
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1334 textos (57796 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:57)
Herculano Alencar

Site do Escritor