Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PROCURA (Soneto)

Na vida já passei por maus momentos,
Mas sempre acreditei no meu futuro,
Por causa de um amor que ainda procuro
E que vive a povoar meus pensamentos.

Amor, coisa tão bela, eu te conjuro
Com a força vital dos elementos!
Vem, revela-te a mim, tal qual os ventos,
Que eu hei de ser feliz, meu Deus, eu juro!

Mas se o amor verdadeiro não houver,
Se o amor em parte alguma  for estar,
Meu Deus! Faça de mim o que quiser,

Pois fui tolo, crente, por deixar
Que uma grande ilusão, amor qualquer,
Pudesse tanto tempo me enganar.
EMILIO CARLOS ALVES
Enviado por EMILIO CARLOS ALVES em 02/10/2005
Reeditado em 16/02/2006
Código do texto: T55586
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EMILIO CARLOS ALVES
Santos - São Paulo - Brasil, 69 anos
167 textos (52086 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:45)
EMILIO CARLOS ALVES