Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DE REFLEXÃO

AQUI ESTOU EU,  EM PLENA MADRUGADA,
TENTANDO  COMPREENDER O MEU MOMENTO,
SOZINHO PELA VIDA, SEM TER NADA
POR QUE VALHA LUTAR, SEM TER ALENTO.

A LUA, LÁ NO CÉU, OLHA CANSADA,
INDIFERENTE À DOR, AO SOFRIMENTO
DOS QUE IGUAIS A MIM VÃO PELA ESTRADA,
VAGANDO SEM DESTINO E CONTRA O VENTO...

FIZ TUDO NESTE MUNDO, ATÉ SONHEI...
CASTELOS ERIGI E DERRUBEI...
NA ÂNSIA TOLA E VÃ DE SER FELIZ

PENSEI AMAR VOCÊ, NÃO SEI SE AMEI...
TENTEI FAZER DA VIDA O QUE BEM QUIS,
E A VIDA FEZ DE MIM UM INFELIZ...
EMILIO CARLOS ALVES
Enviado por EMILIO CARLOS ALVES em 03/10/2005
Reeditado em 29/03/2008
Código do texto: T55961
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EMILIO CARLOS ALVES
Santos - São Paulo - Brasil, 69 anos
167 textos (52198 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:02)
EMILIO CARLOS ALVES