Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não é hora de dizer adeus


Eu lhe diria adeus, doce princesa,
olhando nos seus olhos, mas não posso
usar de tal palavra na incerteza;
deter, sem ter razão, um sonho nosso...

Não posso apagar a chama acesa
e nem fugir assim... Não! Eu não posso
lutar contra a paixão que é correnteza
e arrasta da razão o sonho nosso...

Eu lhe diria adeus... se ainda pudesse!
Mas desço as corredeiras da paixão
seguindo o seu olhar que me entontece...

Eu lhe diria adeus... mas se dissesse
seria prisioneiro da visão
de seu olhar azul, que um céu parece...


Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 09/10/2005
Código do texto: T58020
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:50)
Poeteiro