Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Menino-prodígio



E o menino-prodígio do Recanto,
o tema que as vezes me arremeto,
nunca mais escreveu nenhum soneto,
de um plagiador esquece o manto!

Sem nenhum ora pois ou entretanto,
nesse assunto sem graça que me meto,
promover não vou mais, isso prometo,
ele no canto seu, eu no meu canto!

Desse palco farsante baixa o pano,
rasga-se logo o véu desse engano,
e não mais nem eu surto,nem tu surtas,

terminando o sem graça passatempo,
pois se a Verdade é filha do Tempo,
a Mentira tem sempre pernas curtas!
RIOMAR MELO
Enviado por RIOMAR MELO em 19/05/2017
Código do texto: T6003763
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RIOMAR MELO
União da Vitória - Paraná - Brasil
6025 textos (88215 leituras)
3 áudios (94 audições)
1 e-livros (296 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/05/17 22:44)
RIOMAR MELO

Site do Escritor