Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sombras do passado

Cada vez que te encontro pelas ruas
e tu passas por mim, indiferente,
tens medo de me ver as faces nuas
e olhar bem nos meus olhos, frente a frente!

Cada vez que eu percebo serem tuas
as sombras que de mim são inerentes,
também percebes sombras... E as cultuas;
as sombras do passado em teu presente!

Não sei por quais caminhos tens seguido
nem sei como despertas nas auroras
após teres, na sombra, adormecido...

Mas sei da tua vida... Eu sei, há horas
em que, por do futuro teres rido,
nas sombras do passado hoje tu choras!
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 18/10/2005
Código do texto: T60724
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:50)
Poeteiro