Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu amor (Soneto)

Eis-me a sonetar sobre o meu amor
Esse elixir que me faz viver
Que me vicia e me faz sofrer
Mas que é o antídoto da minha dor.

Sinto-o em mim como elemento
Influenciando minhas emoções
Transformando minhas decisões
Nas ações de meu pensamento.

Sou dele escravo, um aprendiz
Por ele fiz o meu juramento
“Jamais desistir de ser feliz”

Então busco nele a todo momento
A felicidade que eu sempre quis
e que está selada em meu sentimento.
Angelo Poeta
Enviado por Angelo Poeta em 24/08/2007
Código do texto: T621650
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Angelo das Neves - www.recantodasletras.com.br/autores/angelo0505). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Angelo Poeta
Curitibanos - Santa Catarina - Brasil
199 textos (32185 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 07:36)
Angelo Poeta