Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ah ! Esse tal de Amor

Ah! Esse tal de Amor, sabe-se lá quem é!
Escorregadio, volúvel,  melindroso,
logo que começa, acaba só porque quer,
e não o diz quem dele se fez ditoso.

Se o procuramos, escapa-nos pé por pé,
habita em nossa alma, mas sempre tão silencioso...
Dizemos: Vai-te! E mostra ficar dengoso;
perguntam: Cupido, és cego? És homem ou mulher?

Podemos vê-lo de baixo a cima
e não se sabe onde buscá-lo;
abraçá-lo é como a fumaça no ar...

Devora a quem dele se aproxima;
se sobreviver, nunca tente enfrentá-lo
mas, se encontrá-lo morto, faça-o ressuscitar!
Chaplin
Enviado por Chaplin em 25/08/2007
Código do texto: T623298
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaplin
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 72 anos
420 textos (29126 leituras)
1 áudios (138 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 04:10)
Chaplin