Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjo Errante




O artista é triste, sempre mais triste,
Vivi na lua, no amor e no ódio, ele atua,
Veste a alma nua, liberta o pecado da rua,
Sua idéia persiste, busca o que não existe.

Seus sentimentos o corroem por dentro,
Mesmo diante da mais formosa rosa,
Da vida curta, longa e majestosa,
Seu coração é lamento, vivi seu intento.

Todo sacrifício, a vida lhe tem posto,
Uma poesia sem rima, contra seu gosto,
Lagrimas de fel, deslizam no seu rosto.

O artista, busca a harmonia,
Entre os elementos da vida sombria,
Ele é anjo errante, sem estrela e sem guia.





Gilmar Queiroz
Enviado por Gilmar Queiroz em 25/08/2007
Reeditado em 25/08/2007
Código do texto: T623512

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilmar Queiroz
Laranjal do Jari - Amapá - Brasil, 41 anos
247 textos (4683 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 16:49)
Gilmar Queiroz