Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CÉREBRO E A ESPADA *



Seja como for é um cérebro
Quem conduz uma espada,
Ação de demanda e féretro,
Infortúnio da alma armada...

Forma selvagem de justiça,
É natural herança da carne
Sitiando espírito que abriga,
Que desata amor, reparte...

Devora os bons pensamentos,
Causa assombro, admiração...
Doente, via das amarguras...

Afina, mascara sentimentos,
Aguça_dor, esfria o coração...
Palpita em todas as criaturas.
 
Poema Inédito.
*Núcleo Temático Filosófico.
Ibernise M. Morais Silva. Indiara (GO), 25.08.2007
Direitos autorais reservados/Lei n. 9.610 de 19.02.1998.
Ibernise
Enviado por Ibernise em 25/08/2007
Reeditado em 28/08/2007
Código do texto: T623915
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (O utilizador deve me atribuir créditos citando: O meu nome como autora e o link para minha produção original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Ibernise
Portugal, 67 anos
1348 textos (266087 leituras)
7 áudios (1158 audições)
11 e-livros (31538 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 04:06)
Ibernise

Site do Escritor