Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÚLTIMA LÁGRIMA

                             

                                   ÚLTIMA LÁGRIMA

                    Amanheceu! Por que chorar assim?
                    O vento com carinho e desmantelo,
                    rodopia assanhando meu cabelo,
                    despetalando rosas sobre mim!

                    Amanheceu, desponta o sol enfim!
                    O dia se aprimora com desvelo,
                    ficando tão bonito de se vê-lo,
                    enfeitado de azul, rosa e carmim.

                    Amanheceu, as flôres vão se abrir!
                    Há um perfume, um sonho, uma poesia,
                    na leveza da pétala a cair.

                    E nesse encantamento que me atrai,
                    no enlevo singular de cada dia,
                    a derradeira lágrima se esvai!
     
SÔNIA SOBREIRA DA SILVA
Enviado por SÔNIA SOBREIRA DA SILVA em 27/08/2007
Código do texto: T626276

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SÔNIA SOBREIRA DA SILVA
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
488 textos (33165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 21:00)
SÔNIA SOBREIRA DA SILVA