Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Et pour cause

Querida, não hás de dominar o dia
Nem hás de controlar o que acontece:
Enquanto a vida toda se arrefece
A morte ainda morta se recria.

Saudosa, o coração muito conhece
Mas por vezes razão não concilia
E torna essa anil, sutil valia
Em pátria sem nação nem endereço.

Amor, perguntas o que é o amor?
É barganha humana, onde quem ganha
O faz para ceder-se ao coator
O faz para arder-se nas entranhas!

Bonita, mais gostosa que a oca tarde,
Vai em frente: não há perdão para o covarde…
Cirilo
Enviado por Cirilo em 31/08/2007
Reeditado em 07/01/2015
Código do texto: T632280
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cirilo
Caxias do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil
136 textos (7553 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:13)
Cirilo