Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
FUGAZ


Os cotovelos fincados,
No peitoril da janela central,
Os olhos semicerrados,
Numa tristeza descomunal.

-Que vida é essa meu Deus?
Ela questiona consigo,
-Onde estão os sonhos meus?
-O cordão do meu umbigo?

A brisa sopra lá fora...
Balança suavemente suas cãs,
Tantos porquês a devora.

Quem tinha sonhos outrora,
Hoje; solitária anciã,
Que sente a vida ir embora.
DELEY
Enviado por DELEY em 03/09/2007
Código do texto: T637302

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DELEY
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4935 textos (186876 leituras)
4 e-livros (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 02:46)
DELEY