Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALPITAÇÕES

PALPITAÇÕES


Essa tua pele, quase cor da neve,
Tem suavidade, provoca o encanto;
Qual brisa amena soprando ao de leve,
Verso desprendido de um vento que é tanto...


Nos teus olhos verdes meu olhar obteve
A visão do belo que o levou ao espanto;
Momentos eternos de uma vida breve,
Ou estrelas que brilham, cobrindo em seu manto;


Ah glória que a vida me trouxe de oferta!
Ah luz que me guia para a descoberta
Do que há nos teus olhos e que não diviso


Nestas tardes calmas que morrem no ocaso,
Não fique este tempo tão fora de prazo
Que me morra um sonho que não concretizo...


Joaquim Sustelo
(editado EM ENQUANTO A BRISA SOPRA)

Joaquim Sustelo
Enviado por Joaquim Sustelo em 04/09/2007
Código do texto: T638321
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Sustelo
Portugal, 69 anos
54 textos (7604 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 14:15)
Joaquim Sustelo