Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUXURIA



LUXURIA

Ah! Como me sinto só nesse momento,
quando te tenho longe de meus braços
e te vejo apenas, e só,  em pensamentos,
desencontrados, rotos, como se amassados,

e deixados de lado, na gaveta do tempo.
Rabiscos de minha alma desastrada e repartida
dentre tantas paixões, e aventuras vividas,
Noutras tantas  luxuriosas experiências minhas.

Em Sade e Masoch me inspirei. Em mentes vadias
me reconfortei, e inda mais vadio como tal me comportei
qual animal no cio, a me deliciar nas entranhas

de quantas fossem as minhas parceiras, essas
raparigas estranhas, já desgastadas aquarelas
desse quadro tenebroso dos recônditos da vida.

Urias Sérgio de Freitas
Urias Sérgio
Enviado por Urias Sérgio em 06/09/2007
Código do texto: T640907
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Urias Sérgio
Manaus - Amazonas - Brasil, 74 anos
296 textos (23120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 19:19)
Urias Sérgio

Site do Escritor