Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Astarte Ressuscitada

Narcóticas visões, vultos famintos
Sentir orgasmos, sonhos delirantes
Febres terçãs, sem piedade, bacantes
Orgias, nas delicias dos teus mitos.

Sinto-te me estuprar, morde com dentes,
Minha pele sensível, com mil pintos
Na sua cona de Deusa, e seus ditos
Cantados, bacanal das almas crentes.

Sinto sua mão em cima do meu dorso
Felações, sensações no estilo corso
Onde estamos desnudos em prazer.

Sei que apenas escuto-te gemer
E a cada golpe rápido de espada
É como se o paraíso tivesse entrada.
Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 07/09/2007
Código do texto: T642087

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 33 anos
799 textos (267046 leituras)
6 áudios (1647 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 01:34)
Fabio Melo