Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

      

      
De repente o amor

 

Aquietam-se os rumores das ruas

Na penumbra do quarto os sonhos

Sombras e solidão, saudades suas.

Madrugadas de insônia, tristonhos

 

meus poemas esfumando-se no ar

E seu doce sorriso cravado n’alma

De repente o amor vindo pra ficar

Explode frágil coração, sem calma

 

na busca das razões desta alegria

maravilhosa, cruel e avassaladora

qual pranto embebido em nostalgia.

 

Ah...pudesse ao mundo inteiro gritar

Da arrebatada paixão enternecedora

Pra sempre, eternamente lhe amar!

 

 

 

 

Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 07/09/2007
Código do texto: T642468
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
8101 textos (1690568 leituras)
2 áudios (1150 audições)
95 e-livros (6300 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 23:29)
Maurélio Machado