Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FLUTUANDO EM NOSSOS JARDINS

De manhã, logo bem cedo ao amanhecer
Tu feito luz, te agita e sai esquiando o ar
Eu fico aqui morrendo em ciúmes de ver
Temendo que outra, possa contigo levar.

Então, desacomoda o dia sem querer
Mas, quando cá te sinto no vento soprar
Nessa hora sem pudor em ti vou me perder
E, já rendida, quebra-se o tempo em teu olhar

Planando assim, em todos os lindos recantos
Tu exploras corpo meu, flutuas meu jardim
E agradeço feliz em prece a todos santos.

Rasga-se o céu, lá vou eu no tempo sem fim
Pra contigo provar os teus doces encantos
Entrego-te então, minha vida e tudo em mim.
Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 09/09/2007
Reeditado em 26/05/2009
Código do texto: T644492

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Tânia Regina Voigt). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (48145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:18)
Tânia Regina Voigt