Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FERIDOS
 
Por mais que eu me deleite em leitos que me dão
O que negas em casa ao homem que inda é teu,
Não quero admitir que o nosso amor morreu
Nem devo ser expulso do teu coração...
 
Sentemos nessa cama ao menos um momento,
Desabafando as mágoas, dores, desenganos,
E todas as mazelas que ao longo dos anos
Causaram tal desgaste ao nosso casamento.
 
Juro-te que depois de havermos conversado,
Tentando reverter os males desse fado
E restaurando aquilo dito ao pé do altar...
 
Tentarei perdoar teus atos sem noção,
Mas se não conseguires me dar teu perdão
Atire as alianças no fundo do mar.
Nizardo Wanderley
Enviado por Nizardo Wanderley em 12/09/2007
Código do texto: T648729

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nizardo Wanderley
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
679 textos (92839 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 06:35)
Nizardo Wanderley

Site do Escritor