Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
UM OLHAR NOTURNO


Há um mundo lá fora; eu, na varanda,
Com o olhar abstrato no universo,
Estrelas convidam para a ciranda,
Mas, o meu olhar continua disperso.

Tento reinventar o meu próprio mundo,
Tento ser o sustentáculo do meu show.
O tempo passa... Segundo a segundo,
Eu; Já nem sei quem sou; ou para onde vou.

A varanda em mim; minhas mãos no rosto,
O vento sopra forte e nem é agosto,
O gosto amargo da dor me devora.

O coração angustiado pede perdão,
A dor o ignora, não lhe dá atenção,
Sob a luz das estrelas minh’alma chora.

DELEY
Enviado por DELEY em 12/09/2007
Reeditado em 05/01/2011
Código do texto: T649942

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DELEY
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4964 textos (187820 leituras)
4 e-livros (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 00:40)
DELEY