Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Navegante

Dez passos peregrinos já passados,
E tanto alvorecer em nós, contido.
A vida entrelaçada em verso lido,
Poema declamado em véus e fados.

Setembro em primavera vem sereno...
Dez folhas orvalhadas qual jardim,
Enfeitam nostalgias, tudo enfim,
E todo desencanto é tão pequeno.

Você se eternizou em meu espelho,
Meus olhos acordados vêem dizer
Que a vida navegando no meu ser,

É apenas convergência do vermelho,
Regida em conseqüência de seu ar
Que faz-me navegante a lhe buscar.


---------
Para Eliane, minha esposa, com todo amor que tenho em mim e mais um pouco, por nossos 10 anos de casados.
Amargo
Enviado por Amargo em 13/09/2007
Código do texto: T651330

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Alessandro Martins Gonçalves). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Amargo
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 41 anos
339 textos (15106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 01:54)
Amargo