Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO EU MORRER . . .




Hoje muita tristeza e penso, quando eu morrer!
E me ver inérte em um caixão;
De face pálida, marcada da sombra in morte
Talvéz de branco, quem sabe ao certo!

Saibas que parto feliz rumo as estrelas
Que meu semblante seja de paz
Levando comigo a ilusão da luz
Partilhando por entre as nuvens seguirei

Quisera eu de la sentir a paz total
Dos que ficarem felicidades e fé
Levarei comigo todo amor colhido

Serena e calma partirei feliz no amor de Deus!
Aos que ficarem em oração e fé, me será útil
Na grande viagem de retorno ao Pai Eterno!

( em 16/12/1979 )


Berioliveira
Enviado por Berioliveira em 13/09/2007
Reeditado em 14/09/2007
Código do texto: T651506

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Berioliveira
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 68 anos
789 textos (20690 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 06:48)
Berioliveira