Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor de Sal

Minha face, pelo pranto, é envolvida.
E é plangente como a dor mais profunda.
É salgada, como a lagrima contida.
E é pesada, como as lamurias desse mundo.

Nosso amor, não é menos pesado.
Nem menos salgado, do que a dor.
Sofre apenas, por ser apaixonado
Apaixonado, por amar o seu amor.

E as lagrimas enfeitam meu semblante
Que é límpido, quando o meu pranto escorre.
E é pesado, quando o mesmo vem ao chão.

E só cessa quando a alma, um dia morre.
Ainda que seja eterna o bastante
Para não definhar antes que o coração
Rafael Estevan
Enviado por Rafael Estevan em 14/09/2007
Código do texto: T652094
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor, e e-mail. Raphael E.; restevan@caloi.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Estevan
Atibaia - São Paulo - Brasil, 28 anos
625 textos (125793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 18:43)
Rafael Estevan