Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRISÃO



Prendi a vida numa rede de cabelos negros,
asfixiei minhas aspirações como ressecados grãos de areia.
Prendi a vida numa rede de cabelos brancos
donde fugiram meus sonhos ao romper-se a teia...

Aprisionei a liberdade e libertei meus temores.
Recusei as bênçãos atormentada em confusões.
Sufoquei os dons para fugir das dores,
adormeci embalada nas hipnóticas ilusões.

Roguei aos céus!!!  Bradei, morri. Assassinei Deus!
Vislumbrei a plenitude em excelsa perfeição!!!
Desconheci de mim quem pensei que fosse Eu!

Não há palavras, nem sons a me tirar dessa prisão.
Perco o eco da minha prece, adiante, caído ao léu...
Ou encontro meu caminho ou entro em extinção.
Liane Furiatti
Enviado por Liane Furiatti em 16/09/2007
Reeditado em 20/01/2009
Código do texto: T654985
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liane Furiatti
Curitiba - Paraná - Brasil
779 textos (36174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 13:36)
Liane Furiatti