Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incansável sina

Colocaste-me, outra vez na guilhotina,
Parece-me, que destruir meus momentos,
É, tua incansável sina.
Gostas de causar-me tormentos.

Outra vez apareceste, mesclada de felicidade,
Fizeste eu esquecer, por inteiro,
A algoz e, presente realidade,
Arrebatando-me, com teu encanto feiticeiro.

Toda às vezes, faz-me perder a razão,
Num surto, melancólico e insano,
Quando palmilho teu caminho, de ilusão,
Perco a santidade, num impulso profano.

Mas, enquanto há vida, há esperança,
Um dia, te expurgarei, da lembrança.



Gilmar Queiroz
Enviado por Gilmar Queiroz em 21/09/2007
Código do texto: T662641

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilmar Queiroz
Laranjal do Jari - Amapá - Brasil, 41 anos
247 textos (4674 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/17 04:06)
Gilmar Queiroz