Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEU BEIJO

TEU BEIJO
Carmo Vasconcelos

Teu beijo foi-se enrodilhado pela bruma,
No triste ocaso de um enlace deslaçado
P'las bruscas voltas dum tufão desordenado...
E hoje é sepulto como folha na caruma.

Foi-se como ovo rapinado ao mel do ninho,
Ou pena airada pla nortada desabrida;
Sonho afogado na maré brava e renhida,
Passo truncado nos percalços do caminho.

Mas se o teu beijo regressar noutro tufão,
Qual diabo solto, da voragem ressurgido;
A língua ardente da fogueira em combustão...

Sei bem que em fúria nossos lábios aguerridos
Se hão-de vingar da fatalista sujeição,
Ao devorarem-se em desejos incontidos!

***
Lisboa/Portugal
***
In E-Book  “Sonetos Escolhidos I”
http://www.delnerobookstore.com/bibliotecas_virtuais/carmo_vasconcelos
Carmo Vasconcelos
Enviado por Carmo Vasconcelos em 02/11/2005
Reeditado em 29/07/2011
Código do texto: T66298
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carmo Vasconcelos
Lisboa - Lisboa - Portugal
203 textos (15408 leituras)
62 áudios (7662 audições)
15 e-livros (1368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:15)
Carmo Vasconcelos