Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Egoísmo Mórbido

Satiríaco,  pobre devassado
Num abismo perpétuo, pederasta
Tudo que queres, tudo que te arrasta
Engole um vinho todo envenenado.

Tu, com a fome infante duma puta
Que trata mal mendigo, vagabundo
Há de engolir-te todo, moribundo
Toda a miséria humana te refuta!

Sorvei lágrimas brancas, que eram sonho
Vejo ovo duma larva egocêntrica
Que te transforma em monstro tão medonho

Inchado até os cabelos tão rançosos
Faz da nossa miséria uma teocêntrica
Sodomia em teus espaços religiosos.
Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 24/09/2007
Código do texto: T665693

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 33 anos
799 textos (266913 leituras)
6 áudios (1647 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 11:40)
Fabio Melo