Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

1500-TERNURA E CARÍCIAS-Soneto sáfico-heróico

1500-TERNURA E CARÍCIAS

Soneto sáfico-heróico
Por Sílvia Araújo Motta

Mês de setembro mato a dor da espera!
A decantar paixão, minha alma agora
não quer inverno... canta a primavera!
Não perco a chance! Venho sem demora.

Jamais pensei viver real paquera!
Demorei tanto pra mandar embora
a solidão que esconde triste fera!
Quem tem ventura e paz feliz não chora!

Não fujo mais! Esqueço o tal passado!
Neste presente quero seu momento,
provar do mel, carinhos, só delícias,

sentir na boca o gosto ser amado
no corpo nu, sem mágoa ou sofrimento...
Trago ternura, beijos, mil carícias!

Belo Horizonte, 12 de junho de 1990.

---***----
Silvia Araujo Motta
Enviado por Silvia Araujo Motta em 24/09/2007
Reeditado em 28/09/2007
Código do texto: T667003
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvia Araujo Motta
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 66 anos
6908 textos (690711 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:54)
Silvia Araujo Motta