Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vidas inúteis

Cada astro que flutua no infinito
Corresponde aqui a um ser pensante,
O brilho que nas estrelas é constante,
Aqui se apaga em cada choro, cada grito.

Se aos humanos fosse dado um instante
Entender o que nelas está escrito,
Compreenderiam o que Deus havia dito
Sobre ser bom, ser fraterno, ser amante.

Mas nós estamos cegos, tateando no escuro,
Vagamos perdidos frente ao muro
Da vergonha por tamanha incompetência.

Imploramos aos céus por piedade,
Choramos lacerados de saudade
Esperando na extrema-unção absolvência.
marcelo ferraz
Enviado por marcelo ferraz em 26/09/2007
Código do texto: T669154

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
marcelo ferraz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
42 textos (734 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 22:06)
marcelo ferraz