Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RETICÊNCIAS






Hoje… estou sem inspiração alguma…
Não sei que escreva… nem o que deva…
Suave brisa… como não há nenhuma…
Ficou-me a noite e a lua… em sua ceva…

Sim… porque ela, não pede permissão,
Para ser lua cheia… pelos colarinhos
Degenerando… do céu… até ao chão…
Fica-se-me os dedos… e os pergaminhos…

Porém… nada disto faz sentido… a quem lê…
O céu é cevado… às vezes não… depende
De quem olha… e olhando… o que vê…

E assim… ao acaso… casei versos e rimas…
Porém… já que a palavra não me defende…
Vou ajeitar das janelas… as cortinas…

Jorge Humberto
25/09/07
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 26/09/2007
Código do texto: T669312
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67119 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 07:05)
Jorge Humberto