Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LADRÃO DE AMOR

Por ser tudo assim tão vago e misterioso
Fico perdida ao vento, sem ter uma ação
Terei sido enganada por um mentiroso?
Mas, mentiria assim pra mim meu coração?

Que acelerava sempre ao tom tão prazeroso
E agora, mesmo sem nada e na contramão
Ainda guarda fundo a esperança em mimoso
Gesto que explique tudo, como solução

A atitude entristece se ao canto meloso
Mentira houver sem dó. Nem uma explicação
Caberia a esse vil ato e, muito maldoso.

E, se nenhum mal há, por que essa fuga então?
Se meu carinho não lhe soou dadivoso
Por que brincou roubando minha paz, ladrão?
Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 26/09/2007
Reeditado em 11/04/2009
Código do texto: T669321

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome da autora). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (48068 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 13:43)
Tânia Regina Voigt