Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Passado



Tenho saudade de quando era puro
De quando acordava feliz com a vida que sequer conhecia
Quase não consigo juntar aquela emoção a imagens dos eventos
Já perdidas na mente oxidadas pelo tempo

Não ter escrúpulo de ter saudade é ganho
Saber não ter aproveitado o suficiente, uma perda
Olhar os outros nesse processo, uma ocupação
De uma tristeza que não tem tamanho

Sentia-me mais autêntico
Com pouca sapiência, mas...
Sem muita influência

Não sei se a troca é justa
Nem se o é não ter opção
Neste particular, vale segurar a essência com a mão

Edbar
Enviado por Edbar em 26/09/2007
Código do texto: T669334
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edbar www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edbar
Recife - Pernambuco - Brasil, 66 anos
2960 textos (85648 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 11:43)
Edbar