Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VALORES




Visto hoje o manto da singular tristeza,
protejo-me na névoa do esquecimento.
Lançando-me á deriva, deixo a correnteza
me levar enquanto escuto o deus do vento:

-“ Flui. Soltei as amarras dos sentimentos
e dei vida a palavras mudas amordaçadas.
Esperando a vez entre gemidos e lamentos,
sendo alegria, prazer e amor enclausuradas.”

Quebradas as correntes, soltos os grilhões
fogem os carcereiros aparvalhados com a liberdade
rompendo o silencio intenso sentenciado das prisões.

Sob o manto da noite sussurram invioláveis verdades,
abrigados na escuridão,  pronunciam o impensável...
As vestes da vida dão-me o valor da imponderabilidade ...
Liane Furiatti
Enviado por Liane Furiatti em 27/09/2007
Reeditado em 20/01/2009
Código do texto: T670750
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Liane Furiatti
Curitiba - Paraná - Brasil
779 textos (36010 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 02:22)
Liane Furiatti