Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As Vozes do Morto

Ter medo pra quê na lívida beira
Na amorfa e austera pá do embusteiro
No sepulcro do caminho primeiro
No extrato dos vermes da campineira.

Passeiam no crânio na derradeira
Carcomem sorumbáticos o oleiro
Minhas carnes frias jazem no terreiro
Nas vísceras vis vermes na sujeira.

Um caixão de madeira que se desfaz
Na lápide um algarismo que faz...
O dano nos ossos do fêmur ao úmero.

Fétido abrigo da besta do número
Como na putrefação do presbítero
Carcomido o ser a míngua que jaz.

                          DR SMITHY
Dr Smithy
Enviado por Dr Smithy em 27/09/2007
Reeditado em 07/06/2008
Código do texto: T670863
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dr Smithy
Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 49 anos
133 textos (3567 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:40)