Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SERESTEIRO - Com Tusta


Dedilho com saudade o violão
Ao lembrar-me de ti minha querida,
As lágrimas escorrem-me, então
Lembrando-me da triste despedida...

A serenata faço à multidão,
Aplaude-me dizendo "a sua vida?
A deve ser feliz, em profusão..."
Ninguém percebe ao peito a ferida

Assim o seresteiro coração
Que sente essa saudade que lhe invade
Mas nota que a volta é uma ilusão

E mesmo não a tendo, você sabe
Que amor maior que o meu não há mais, não
Mas vou cantando até que a dor acabe

GONÇALVES REIS
TUSTA

Quartetos, Gonçalves
Tercetos, Tusta

                                                                   27-28/09/07
Gonçalves Reis
Enviado por Gonçalves Reis em 28/09/2007
Reeditado em 28/09/2007
Código do texto: T672166

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gonçalves Reis
São Paulo - São Paulo - Brasil
1155 textos (73685 leituras)
1 áudios (107 audições)
1 e-livros (51 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 14:11)
Gonçalves Reis