Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO À MADRUGADA

Uma noite que se perde na madrugada,
Um luar que prateia suave essa paz,
Um casal que ainda se enamora num portão,
Um poste que sustenta uma lâmpada de gás!

Um vento que ruge perdido, chicoteante,
Um ébrio que cantarola desvairado,
Uma canção que morre na voz embriagada,
Um trocar de passos que se reveza desorientado!

Uma estrela d’alva que aponta, orientando,
Um brilho mais intenso que fere o olhar,
Um silêncio que apavora e arrepia na solidão!

Um corpo que se estende por sobre o colchão,
Um sono desejado que chega devagar,
Num sonho que surge, mas logo vai-se dissolvendo...
JOSE LINS
Enviado por JOSE LINS em 29/09/2007
Código do texto: T673240
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSE LINS
Lins - São Paulo - Brasil, 61 anos
499 textos (31421 leituras)
26 áudios (1987 audições)
4 e-livros (114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:54)
JOSE LINS