Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"SONH'ARTE"

"Minh’alma, de sonhar-te, anda perdida.
meus olhos andam cegos de te ver!
não és sequer a razão do meu viver,
pois que tu és já toda a minha vida!

Não vejo nada assim enlouquecida...
Passo no mundo, meu amor, a ler
no misterioso livro do teu ser,
a mesma história tantas vezes lida!

Tudo no mundo é frágil, tudo passa...
Quando me dizem isto, toda a graça
duma boca divina fala em mim!

E, olhos postos em ti, digo de rastros:
"Ah! Podem voar mundos, morrer astros,
que tu és como Deus: Princípio e Fim!..."
                                                                       Ludy, eu louco...
                                                                       de sds, de vc.
                                                                         

(*) Soneto "Fanatismo", de Florbela Espanca. Livro de Soror Saudade (1923)
Lobo da Madrugada
Enviado por Lobo da Madrugada em 30/09/2007
Reeditado em 06/10/2007
Código do texto: T674367

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lobo da Madrugada
Curitiba - Paraná - Brasil
763 textos (332585 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 11:07)
Lobo da Madrugada