Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO ANTIGAMENTE...

De súbito...ainda ontem...eu olhei para mim...
Busquei-me entre as teias da insanidade,
E num labirinto...num enrosco sem fim...
Tentei me encontrar entre as meias verdades...

Dum amor que fingiu...corroeu... me partiu...
Ao me convencer que era a eternidade,
E depois num segundo, correu...só mentiu!
A me latejar todo o fel da saudade.

Cedi  minhas mãos altruístas...carentes...
Às garras da paixão... com tanta intensidade...
Mas depois combalida...ofegante...gemente...

Assenti a sua saída...enxerguei a verdade!
Busquei por guarida...mas ao destino premente
Sucumbi desvalida... como antigamente...

MAVI
Enviado por MAVI em 01/10/2007
Reeditado em 01/10/2007
Código do texto: T676479

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5444 textos (340792 leituras)
993 áudios (87033 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 11:30)
MAVI